Morgado de Fafe

O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de promoção de valores, de conhecimento e de divulgação dos trabalhos, actividades e percurso do escritor e historiador Daniel Bastos.

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Esta quadra natalícia ofereça o livro “Terras de Monte Longo”



Esta quadra natalícia ofereça livros aos outros e a si também! 


Adquira o livro “Terras de Monte Longo”, uma edição trilingue (português, francês e inglês), realizada pelo historiador Daniel Bastos a partir do espólio de um dos mais aclamados fotógrafos portugueses da sua geração, José de Andrade, e prefaciada pelo consagrado fotógrafo franco-haitiano que imortalizou a história da emigração portuguesa, Gérald Bloncourt, nas livrarias de referência. Ou receba comodamente por via postal o seu livro em casa, bastando que nos forneça o nome da pessoa a quem se destina o presente e a forma de pagamento (cobrança / transferência).

Capa do livro "Terras de Monte Longo"

Contra-capa do livro "Terras de Monte Longo

Daniel Bastos
Depois é só esperar que o correio bata à porta, e receber este ótimo presente para esta quadra natalícia, que esboça um retrato histórico conciso e ilustrado do interior norte de Portugal em meados dos anos 70, através de imagens até aqui inéditas, que José de Andrade captou nessa época em povoados rurais entre o Minho e Trás-os-Montes. Nesses “lugares de memória”, agora resgatados, abundam rostos, expressões, sentimentos, agruras e trajectos ligados à emigração por que passaram as povoações rurais do Portugal profundo na transição da ditadura para a democracia.


Votos de um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo.

Sem comentários: